putlockerskartal escortescort alanyamaltepe escortkemer escort

O "Dia Aberto" visa apresentar os cursos e as actividades desenvolvidas nas diversas Faculdades e Escolas da UEM aos alunos das escolas secundárias das cidades de Maputo e Matola, instituições de investigação públicas e privadas, empresas, indústrias nacionais e estrangeiras, parceiros de cooperação e aos demais interessados.
Na interação que manteve com os alunos do 1o e 2o ciclo de diversas escolas, o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, fez uma radiografia da instituição que dirige. Falou do ano da fundação, das faculdades, escolas e unidades orgânicas.
"Depois da independência esta universidade dedicou maior parte das suas atenções a formação de docentes porque havia falta na altura e, em 1990, a formação de professores passou para o Instituto Superior Pedagógico, hoje Universidade Pedagógica", disse.
Acrescentou que a UEM não é apenas uma universidade de moçambicanos mas também acolhe estudantes de vários países, incluindo da região austral de África. "Significa que quando entrar aqui na universidade vão ter a oportunidade de conviver com estudantes de outras nacionalidades", frisou.
Quilambo disse ser aposta que a Universidade Eduardo Mondlane se torne cada vez mais internacional e que receba estudantes provenientes de todas as partes do mundo. Mas para que tal aconteça, o Reitor disse ser necessário que a UEM seja uma universidade de qualidade.